Arraiá do ICa – 2ª edição!

2º Arraia do ICa

Olha o arraiá do ICa de novo aí gente!!!

Devido ao grande sucesso da festa junina do Instituto da Cannabis, faremos também uma festa julina!
Chame seus amigos e venha se divertir na festa mais verde de Floripa!!!

Atrações:

Os Funk-se

https://www.facebook.com/BandaFunkSe?fref=ts


Circo Quebra Copos

https://www.facebook.com/circo.quebracopos?fref=ts

Geografya Sounds

Na seleção, só vinil!!

https://www.facebook.com/coletivogeografya?sk=wall

 

É muita música de qualidade a noite inteira!!!

Vai ter fogueira, quentão, pinhão, cachorro quente, paçoca, doces, cachaça, cerveja, banquinha canábica, sorteio de brindes e muito mais!!!

E, claro, com a vibe contagiante da energia da galera que tá sempre presente!!!

Será no sábado dia 26 de julho, 21h, na Kzona, rua Paulo Simão Martins, nº 60 – Rio Tavares – Floripa (4ª rua atrás da escolinha que fica em frente a Pedrita).

Associados ou fantasiados antes das 23h pagam só R$ 5,00!!!
Depois das 23h, R$ 10,00!
Deu mole, não é sócio e deixou a jequice em casa: R$ 10,00 antes das 23h e R$ 15,00 depois das 23h!

Ps.: O lucro da festa será destinado aos projetos do Instituto.

 

Confirme sua presença no evento: https://www.facebook.com/events/766709630048393/?fref=ts

 

 

 

Festa das Flores!

festa das flores correto

 

O Instituto da Cannabis convida todos seus amigos para celebrar a alegria e o amor na Festa das Flores!!!

Será no próximo sábado, dia 05 de julho no 605, na Mauro Ramos!

Com as bandas:

Raízes da Ilha
https://www.facebook.com/raizesdailha?fref=ts

Os Funk-se
https://www.facebook.com/BandaFunkSe?fref=ts

e o Dj Rastapé

Chegue cedo e garanta a diversão!

Entrada:
R$ 5,00 para sócios e para quem compartilhar o flyer da festa.
R$ 10,00 para não sócios e pra galera que esqueceu de compartilhar.

(ps.: o lucro da festa será revertido para os projetos do ICa)

As pessoas que COMPARTILHAREM o cartaz até as 15h do dia do evento pagarão apenas R$ 5,00. As demais, R$ 10,00.
São 4 PROMOS:
PROMO 1 – As primeiras 20 pessoas a chegarem GANHARÃO 1 CAIPIRINHA 605 *Exceto lista free.
PROMO 2 – PARTICIPE da playlist postando o que gostaria de ouvir na FESTA: As 5 músicas mais CURTIDAS ganharão 1 CAIPIRINHA 605. PROMO
3 – Se a festa atingir 4mil convidados no FACEBOOK serão sorteadas 3 caipirinhas 605 durante a festa.
PROMO 4 – Convidou 5 amigos ou mais na TIMELINE do evento – concorre a 3 CAIPIRINHAS 605. 

 

Confirme sua presença no evento: https://www.facebook.com/events/665035936906360/?fref=ts

 

Você sabe de onde surgiu o nome festa junina? E a quadrilha? Pois fique sabendo…

Você sabe de onde surgiu a festa junina? a fogueira? a quadrilha? as comidas típicas? não?! Pois fique sabendo…

Vamos fugir um pouco do assunto cannabis para falarmos sobre as festas que percorrem o mês de junho, os arraiás, as festas de São João! Já estamos preparando uma bela edição canábica para o próximo sábado, dia 21.

Origem da Festa Junina 

Existem duas explicações para o termo festa junina. A primeira explica que surgiu em função das festividades ocorrem durante o mês de junho. Outra versão diz que está festa tem origem em países católicos da Europa e, portanto, seriam em homenagem a São João. No princípio, a festa era chamada de Joanina.

De acordo com historiadores, esta festividade foi trazida para o Brasil pelos portugueses, ainda durante o período colonial (época em que o Brasil foi colonizado e governado por Portugal).

 Nesta época, havia uma grande influência de elementos culturais portugueses, chineses, espanhóis e franceses. Da França veio a dança marcada, característica típica das danças nobres e que, no Brasil, influenciou muito as típicas quadrilhas. Já a tradição de soltar fogos de artifício veio daChina, região de onde teria surgido a manipulação da pólvora para a fabricação de fogos. Da península Ibérica teria vindo a dança de fitas, muito comum em Portugal e na Espanha.

Todos estes elementos culturais foram, com o passar do tempo, misturando-se aos aspectos culturais dos brasileiros (indígenasafro-brasileiros eimigrantes europeus) nas diversas regiões do país, tomando características particulares em cada uma delas.  

Festas Juninas no Nordeste 

Embora sejam comemoradas nos quatro cantos do Brasil, na região Nordeste as festas ganham uma grande expressão. O mês de junho é o momento de se fazer homenagens aos três santos católicos: São João, São Pedro e Santo Antônio. Como é uma região onde a seca é um problema grave, os nordestinos aproveitam as festividades para agradecer as chuvas raras na região, que servem para manter a agricultura.

Além de alegrar o povo da região, as festas representam um importante momento econômico, pois muitos turistas visitam cidades nordestinas para acompanhar os festejos. Hotéis, comércios e clubes aumentam os lucros e geram empregos nestas cidades. Embora a maioria dos visitantes seja de brasileiros, é cada vez mais comum encontrarmos turistas europeus, asiáticos e norte-americanos que chegam ao Brasil para acompanhar de perto estas festas. 

Comidas típicas 

Como o mês de junho é a época da colheita do milho, grande parte dos doces, bolos e salgados, relacionados às festividades, são feitos deste alimento. Pamonha, cural, milho cozido, canjica, cuzcuz, pipoca, bolo de milho são apenas alguns exemplos.
Além das receitas com milho, também fazem parte do cardápio desta época: arroz doce, bolo de amendoim, bolo de pinhão, bombocado, broa de fubá, cocada, pé-de-moleque, quentão, vinho quente, batata doce e muito mais.

Tradições

As tradições fazem parte das comemorações. O mês de junho é marcado pelas fogueiras, que servem como centro para a famosa dança de quadrilhas. Os balões também compõem este cenário, embora cada vez mais raros em função das leis que proíbem esta prática, em função dosriscos de incêndio que representam.

No Nordeste, ainda é muito comum a formação dos grupos festeiros. Estes grupos ficam andando e cantando pelas ruas das cidades. Vão passando pelas casas, onde os moradores deixam nas janelas e portas uma grande quantidade de comidas e bebidas para serem degustadas pelos festeiros.

Já na região Sudeste são tradicionais a realização de quermesses. Estas festas populares são realizadas por igrejas, colégios, sindicatos e empresas. Possuem barraquinhas com comidas típicas e jogos para animar os visitantes. A dança da quadrilha, geralmente ocorre durante toda a quermesse.

Como Santo Antônio é considerado o santo casamenteiro, são comuns as simpatias para mulheres solteiras que querem se casar. No dia 13 de junho, as igrejas católicas distribuem o “pãozinho de Santo Antônio”. Diz a tradição que o pão bento deve ser colocado junto aos outros mantimentos da casa, para que nunca ocorra a falta. As mulheres que querem se casar, diz a tradição, devem comer deste pão.

Arraiá do ICa!

Copa tá tendo… mas e a festa junina gente???

Tá tendo também!!!

 

arraia ICa

Próximo sábado, dia 21 de junho, o Instituto da Cannabis convida todos para participar do Arraiá!

Vai ter pinhão, quentão, pipoca, docinhos, pizza, quadrilha, banquinha canábica, bandas e muito mais!!!

Tudo isso bem baratinho!
Se vier de Jéca ou for sócio do ICa:
R$ 5,00 até às 23h e R$ 10,00 após
Deu mole, não é sócio e esqueceu a fantasia:
R$ 10,00 até as 23h e R$15,00 após

Confira as atrações:

Circo Quebra Copos
https://www.facebook.com/circo.quebracopos?fref=ts

Planet Hemp Cover

Francisco, el Hombre
https://www.facebook.com/franciscoelhombreband?fref=ts

Dj Alexandra Peixoto

Não sabe onde é?
Na sede do ICa, a Kzona, 4ª rua atrás da escolinha que fica em frente a Pedrita no Rio Tavares!

ps.: o lucro da festa será revertido para os projetos do Instituto!

 

Confirme sua presença e convide os amigos para não esquecer!

https://www.facebook.com/events/1520075278220832/?fref=ts

IV Seminário Perspectivas de Mudanças na Política de Drogas: “Uma nova onda de legalizações”

Instituto da Cannabis traz mais uma vez para Florianópolis e SC um seminário para abordar a questão da Cannabis na Sociedade.
Este ano o seminário será realizado em duas etapas: a primeira acontece em 29 e 30 de Maio na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), nos auditórios do Centro Sócio- Econômico (CSE) e do Centro de Ciências da Educação (CED) e terá um carácter de debate local sobre a Cannabis; a segunda, ocorrerá em Setembro e contará com palestrantes de outros estados, em auditório ainda à confirmar.

 

IV Seminário

O seminário é um projeto de extensão da UFSC e ocorre pelo quarto ano consecutivo, sendo um dos eventos pioneiros deste gênero no país. Os interessados poderão se inscrever no local e receberão certificado de horas/aula.
Instituto da Cannabis (ICa), é a 1º Entidade Social – Canábica do Brasil com registro em cartório e CNPJ, e promove este seminário como parte de suas atividades anuais, afim de promover a discussão acerca das politicas proibicionistas.

Confira a Programação:

Parte I

29/05/2014, quinta-feira.

10:00 – Apresentação do ICa e seus membros. Palestra sobre fisiologia canábica. Essa apresentação visa esclarecer quais são as atividades e propostas do Instituto da Cannabis, bem como convidar as pessoas a acompanharem e contribuírem para a desmistificação e a compreensão do uso de cannabis na sociedade brasileira. A palestra sobra a fisiologia cumpre essa mesma função, ao explicar exatamente como a planta se desenvolve, se reproduz, quebrando mitos e dando uma abordagem científica à compreensão da cannabis.

14:00 – Apresentação dos advogados do Instituto da Cannabis e do projeto de defensoria canábica. O projeto de defensoria canábica procura colocar advogados à disposição dos usuários que forem vítimas das injustiças decorrentes da aplicação violenta das leis retrógradas do atual marco proibicionista. Nesse momento, os advogados estarão a disposição do público para responder perguntas, esclarecer dúvidas e explicar como reagir diante de abordagens violentas e quais sãos os direitos assegurados ao usuário.

15:00 – Apresentação do vídeo de entrega do prêmio José Ribeiro do Vale. A entrega do prêmio ao renomado pesquisador Elisaldo Carlini foi registrada pelo Instituto da Cannabis e será apresentada ao público. A entrega do prêmio do ano de 2014 será realizada na segunda etapa do seminário, que será realizada nos dias 11 e 12 de setembro do mesmo ano.

16:20 – Cine debate, Eduardo Menezes e Mariana Marques.

19:00 – Contextualização histórica da perseguição política ao usuário de canábis. A perseguição do usuário é uma construção recente, embasada em algumas premissas questionáveis e constitui, junto a outros abusos legais, o cenário chamado de proibicionista, marcado pelas políticas públicas pautadas pela violência no trato da questão das drogas. Dessa forma, uma breve explicação histórica da implementação das leis, o contexto e processo onde elas foram elaboradas permitirá desnaturalizar alguns pressupostos proibicionistas, muitos deles já enraizados nas novas gerações que já nasceram nesse contexto. Essa contextualização servirá de introdução ao debate seguinte, onde serão tratadas as implicações locais das políticas de perseguição ao usuário.

20:20 – O caso do levante do bosque. No final do mês de março desse ano a comunidade acadêmica foi brutalmente atacada por forças da polícia federal, em uma operação de violência desproporcional ao crime a ser combatido, a posse de míseros gramas de cannabis. Para esclarecer essas questões e denunciar as perseguições contra aqueles que se levantaram indignados contra esse ultrajante desrespeito ao atual marco democrático, os envolvidos no chamado Levante serão convidados para as pessoas envolvidas. Seus depoimentos podem ajudar na compreensão desse controverso acontecimento, bem como ilustrar como a cannabis pode ser manipulada politicamente no discurso repressor.

30/05

10:00 – Criminalização do usuário e perseguição política. Nessa mesa os advogados dos estudantes intimados pela polícia federal e um membro convidado da própria corporação serão convidados a exporem seus pontos de vista sobre a criminalização do usuário, debatendo suas consequências para a universidade e para a sociedade como um todo.

14:00 – Uso terapêutico de Cannabis e os projetos de redução de danos. A cada ano novas pesquisas e novos casos do uso medicinal de cannabis surgem no mundo, mostrando que os usos da plante não se resumem ao tão criticado uso recreativo. Nesse ano em que a sociedade brasileira pode acompanhar o drama de uma família em busca de reconhecimento da justiça de um composto de cannabis para o tratamento de uma jovem menina, cabe trazer a tona esse debate. Além das possibilidades de significativo aumento de qualidade de vida oriundo da (re)descoberta dos usos medicinais da cannabis, será debatido também a atual proposta de redução de danos no trato de usuários, que visa traçar alternativas ao modelo tradicional, baseado no moralismo e na total abstenção.

19:00 – Marcha da Maconha e Partidos Políticos. Nessa mesa, representantes de partidos políticos poderão apresentar quais são as propostas de seus partidos para o delicado tema do trato das assim chamadas ‘drogas’, bem como suas relações com grupos anti-proibicionistas, explicitando como esse tema é abordado em cada um deles. O esclarecimento acerca das diferentes propostas de alteração ou manutenção do atual marco proibicionistas dentro da esfera política brasileira é de vital importância diante dos impactos que causam a toda a população. Nesse sentido, essa mesa conclui a primeira etapa do seminário realizando exatamente aquilo que ele se propôs apresentar perspectivas de mudanças nas leis proibicionistas.

Confirme sua presença no evento e compareça!

https://www.facebook.com/events/1500092950205804/?ref_newsfeed_story_type=regular

ICa Fest!

Esquenta para a Marcha da Maconha e aniversário do presidente do Instituto da Cannabis!

ICa Fest Homer-final

Festa para arrecadação de recursos para a Marcha e o Seminário!

Onde? República KZona, Rio Tavares – Floripa/SC – Rua Paulo Simão Martins, nº 60 (é a 4ª rua atrás da escolinha do Rio Tavares, que fica em frente a Pedrita… primeira casa a direita, não tem erro!)

Vendas de filiações!
Banquinha Canábica com sorteio de Brindes!
Exposição de Arte Canábica por Nayara Brito.
https://www.facebook.com/nayarapinup?fref=ts

ARTISTAS COLABORADORES:

Bione Mc
https://www.facebook.com/pages/Bione-Mc/243473472446697?fref=ts

Mc L.R.M.
https://soundcloud.com/lmourap

QUINTESSENCIA
https://www.facebook.com/pages/Quintessência/557219467682725?fref=ts

KAMOES
https://soundcloud.com/kamoes-2

FONTE NATURAL:
www.fontenaturaloficial.com

M.A.S.U
https://www.facebook.com/masueosmandala

“ObradiVina Acusticuzinho Pseudo-Gospel”
https://www.facebook.com/IgrejaDVinaDoSagradoRockNRoll?fref=ts

Quanto?
R$ 5,00 para sócio e R$ 10,00 para não sócio até as 23h
R$ 10,00 para sócio e R$ 15,00 para não sócio após as 23h
(podendo se tornar sócio no ato!)

LarICas: docinhos e caldos!

Em breve divulgaremos o preço da bebida!

VENHA! CONVIDE SEUS AMIGOS E AJUDE A FAZER A MARCHA DA MACONHA DE FLORIPA E O SEMINÁRIO!
https://www.facebook.com/events/1467461213484510/?fref=ts

LEGALIZE!

HÁ BRAÇOS!

“Sonho que se sonha só, é só um sonho que se sonha só. Sonho que se sonha junto, é realidade!”

 

 

Segue os horários da programação da noite! Se liga 

21:00 inicio DJ Pierre
21:20 ObradiVina
22:00 Mc Bione cwb
22:20 Mc L.R.M.
22:40 DJ Pierre (intervalo)
23:00 Quintessencia
00:00 KAMOES
01:00 DJ Pierre (intervalo)
01:10 Fonte Natural
02:10 DJ Pierre (intervalo)
02:20 M.A.S.U.
04:20 Hora do chá e fim da festa